Dor Lombar

Informações sobre a dor lombar.

contusões e distensões

As Conclusões são comuns na população pediátrica activa e geralmente manifestam-se por equimoses e hiperestesias. As lesões no flanco justificam uma análise de urina para excluir a presença de hematúria microscópica e de lesão renal. As radiografias podem ser utilizadas para excluir uma palologia mais grave, incluindo fracturas e encontram-se indicadas quando a dor é desproporcionada em relação à natureza da lesão ou quando persistir durante mais de três semanas. O tratamento é principalmente sintomático e inclui o repouso, a aplicação de gelo e, se possível, a compressão.

A distensão muscular dorso-lombar é um diagnóstico de exclusão. Apenas 6% dos casos de dor dorso-lombar nos adolescentes atlelas são devidos a uma distensão muscular, pelo que uma avaliação pormenorizada deve demonstrar que não existe outra patologia antes de efectuar um diagnóstico de distensão muscular. A sua avaliação deve incluir uma história clínica extensa, incluindo uma revisão de quaisquer sintomas constitucionais e uma observação apropriada. Se estiver indicado, com base na história clínica e no exame objectivo, podem ser utilizadas radiografias para excluir a presença de fracturas e a tomografia computorizada de emissão de fotão único ou a RMN para excluir uma fractura de esforço ou uma lesão mais grave. O tratamento inclui um repouso relativo e a aplicação de gelo, com alongamentos ligeiros, ciclismo ou natação, consoante for tolerado.